quinta-feira, 29 de novembro de 2012

ESPOSA TRANSANDO NA FESTA

ESPOSA TRANSANDO NA FESTA Bem ja contei a vcs como ela começou o caso com um dos atuais amantes que é colega de trabalho dela, motorista no departamento q ela trabalha, vou contar agora uma das fodas onde a situação foi muito tesuda, nós somos casados a dez anos, fazemos menage a este mesmo tempo, ela loira gostosona 39 e 35anos, atualmente ela é amante deste colega de trabalho se encontram toda semana na casa dele, mas ele não sabe que eu sei, ele acha que ela só me trai rss, fazemos assim por segurança pois fica mais dificil ele espalhar na cidade rss, moramos em uma cidade pequena perto de porto alegre, somos bem conhecidos na cidade por isto estes cuidados, mas.... o tesão é algo incontrolável as vezes, por isto conto aqui o que rolou neste dia. Tinhamos uma festa no clube para irmos, era um baile, com conjunto que toca todo tipo de música em um ambiente e som tecno aquele maluco rss em outro, este amante dela que é solteiro tbm iria, então ja sabia que ao menos olhares aconteceriam rss, chegando na festa, ficamos com mais tres casais amigos nossos, era calor, minha esposa de saia rodada e decote, tava gostosa como sempre mas nada de tão provocante para não chamarmos atenção, logo que chegamos ja vimos o amante dela que a olhou discretamente realmente com muito medo de mim pelo q notei rss, encontramos nossos amigos e ficamos ali bebendo e dançando, minha esposa não é nada forte para bebidas, naquela semana casaulmente não tinha dado ainda para o amante o que a deixou mais louca, logo ela estava tontinha e mais solta, dançava com as amigas sempre discretamente procurando o amante com os olhos, vi que o cara se posicionou atrás de mim para poder olhala tbm seu eu notar, fingi que não vi para que eles ficassem mais a vontade, mas sempre pedindo para ela ser muito discreta o que tava se tornando dificil com as mistura de Kooler com cerveja que ela tomava, eu deixei para ver até onde iria a coragem dela, eu com o passar do tempo tbm ja estava altinho e adorava a ver dançando provocantemente e por vezes se esfregando em mim, dizia que estava com muita vontade de dar e que era melhor irmos para casa para eu comela logo, claro que não fiz isto e a provocava mais ainda, ja era mais de 2 da manha qdo começei a perceber que as idas ao banheiro dela estavam mais demoradas, imaginei que poderia ser porque o clube estava mto cheio mas finalmente me caiu a ficha rsss, então esperei noutra saída dela onde nem convidou as amigas, assim que ela saiu eu a segui, no clube existem dois banheiros, um na parte superior(onde estavamos) e outro na quadra de esportes, que é o banheiro usado pelos times qdo tem jogos, como a festa era feita em dois ambientes, no salao onde estavamos e na quadra de esportes onde tocava musica tecno com poucas luzes e um pisca pisca desgraçado rsss, mau consegui seguila, vi que ali tinha algo, pois o outro banheiro é muito mais perto, na entrada dos banheiros que ficam abaixo das arquibancas vi que o cara a esperava antes dela chegar nele, ele passou as arquibancadas e se posicionou atrás das caixas de som onde era muito escuro, até tinha gente por perto mas era quase impossível identificar quem quer que fosse, as tais caixas estavam em cima de duas mesas, eu para eles nao verem nao pude ir até ali, mas via por baixo das mesas as pernas e digo, estavam muito juntas rss, meu coração foi a mil, não imaginava que ela chegaria a tanto, deixar ele agarrar ela ali dentro do clube do qual somos sócios, apesar da visão dos pés deles não conseguia ainda ver o que eles faziam, então subi as arquibancadas onde tinha alguns casais de amasso tbm e tive uma privilegiada visão bem de cima deles, como disse não identificava rostos, mas claro sabia quem eram, eles estavam se beijando fogosamente, ela esfregava o corpo no dele sem o menor pudor, assim como pude tbm ver que as mãos dele agarravam a bunda dela, ela por vezes virava de costas para ele e rebolava enquanto ele agarrava os peitões dela, fikei uns 5min assistindo depois sai para chegar aonde estavamos antes dela, ela levou mais alguns minutos e nos encontrou novamente, no salão social o som era mais calmo e mais claro dava para ver o rosto transtornado de minha mulher, vermelha, arfando, dançando sozinha com os olhos fechados, imaginava a xota dela molhada e piscando, não contei qtas vezes ela saiu, mas aquela que eu segui foi a penultima, qdo ela voltou mais uma vez, veio me abraçou e disse, JA QUE TU NAO KIS IR PARA CASA ME COMER, AGORA VAIS TER QUE ME ESPERAR, eu perguntei o porque, ela só riu e bebeu o resto da minha cerveja, o local que eu estava dava para ver a saída do clube, foi qdo vi o amante dela passando de cabeça baixa e rapidamente, ela tambem cuidava isto, esperou ele sair, me beijou e disse, ESPERA, APROVEITA A FESTA AI, e saiu, achei até q iria no banheiro mas não, como o amante, se dirigiu a portaria e saiu, novamente esperei instantes e fui atras, qdo sai no portao do clube a vi dobrando a esquina ainda sozinha, claro que vi o que aconteceria mas ainda nao acreditava, o amante dela mora bem no centro tambem a tres casas do clube, é uma casa pequena, onde o quarto faz quase divisa com a calçada da rua, ela ja tinha me contado que qdo fudiam tinham que ir para o quarto dos fundos para evitar que quem pasasse ouvisse algo, fui até a esquina e a vi ja na metade do caminho, ela nem olhou para trás, caminhava rapidamente, quando chegou na casa dele entrou sem olhar para os lados, ele claro ja esperava com a porta da sala aberta, vi qdo o clarão da porta apagou, então fui demoradamente caminhando até a frente da casa dele, havia bastante movimento no centro devido a festa, gente indo e vindo, o som do clube dava para se escutar abafado, para não dar muito na vista não parei na frente da janela do quarto então por vezes passava pra la e pra ca, bem devagar, e numa destas passadas pude ouvir os gemidos da vadia, não identifiquei palavras, só gemidos, sem nenhum pudor ou cuidado o safado tava comendo ela no quarto da frente mesmo como imaginei, pois para levala aos fundos como ele sempre fazia teria q levar o colchao da cama dele, e neste dia, ambos bebuns e com muita tesão é claro nem deram bola para isto, qdo não via ninguem vindo perto eu parava na frente da janela mas se alguem viesse eu disfarçava e passava, uma das vezes que pude curtir mais um tempinho pude ouvila pedindo VAI METE, FODE FODE GOSTOSO, mas logo vinha um grupo de tres rapazes então novamente fingi estar caminhando na rua, estava a uns dez metros da janela quando ouvi as risadas dos caras, então me virei e vi que agora eles pararam bem na janela do quarto, riam alto e gritavam UHUUU, METE NA VADIA, então percebi que eles tambem escutaram ela fudendo, parei na esquina do clube a frente dos caras e esperei eles, ficaram um tempo lá e logo vieram, passaram por mim rindo e comentando que o cara tava se dando bem, que a vadia gemia gostoso, eu ali meio tonto da bebida e do acontecimento não sabia o que fazer, então entrei novamente no clube, não fui para onde estavam nossos amigos para que eles não notassem a falta dela, fiquei cuidando a porta, e nisto passaram-se 1h e 15 até que ela aparecesse entrando no clube, antes que ela fosse ao encontro dos amigos eu a interceptei puxeia para um canto e perguntei como se não soubesse aonde ela estava por tanto tempo, ela então olhou para os lados para ver se alguem nos notava, me beijou rapidamente, colou a boca no meu ouvido, enquanto falava guiava minha mão para baixo da saia dela, ela disse OLHA O QUE FIZERAM COMIGO,VIU TU NÃO QUIS ME COMER, nisto minha mao ja estava no meio das pernas dela, mesmo sem meter os dedos na chota dela pude inicialmente ver que a puta estava sem calcinha e toda gosada , porra vazava da xota ainda, ela riu e fez eu baixar mais a mão até quase o joelho dela onde ainda escorria a porra do macho que a fuderá a pouco, subiu novamente minha mão, girou e corpo e virou de costas para mim, nisto minha mão estava naquela linda bunda gostosa e tambem melada no que ela virou para mim e falou OLHA COMO DEIXARAM O RABINHO DE TUA ESPOSA, POE O DEDINHO... e foi o que fiz, o cu estava ainda arrombado e claro gosado, nossa, meti facilmente dois dedos no rabo da puta, sempre cuidando o movimento, ela por sua vez fingia dançar e rebolava nos meus dedos, com a mão para tras agarrava tbm meu pau que estava quase ejaculando, tirei os dedos de dentro dela, ela mesmo limpou na propria saia, se virou e me beijou, não gosto do gosto de pica e nunca a beijo qdo fazemos menage e ela chupa os caras, mas não tive como não corresponder aquele beijo quente molhado e claro com gosto de pau, ela ainda estava muito tesuda, rebolava e provocava, ficou dançando na minha frente, rebolava até embaixo, dpois vinha no meu ouvido dizer que devia ter até pingado porra no chao e que sua sandália ja estava molhada tambem, não aguentando mais a convidei para irmos para casa, ela havia voltado quase 4h da manha da foda, mas ela dizia que queria dançar mais assim, toda esporrada sem calcinha, mas disse para irmos no carro pois havia um lugar que ela ainda nao tinha levado porra,saimos fomos ao nosso carro, achei que tinha a convencido a irmos embora, mas foi só eu entrar que ela veio me beijando denovo e logo pedindo para tirar meu pau para fora, eu ainda tentei argumentar pois queria fuder aquela buceta alagada, mas não adiantou ela mesmo foi abrindo minha calça e antes até de eu ver se tinha movimento perto do carro ela ja estava me xupando, nossa meu pau endureceu na hora ela estava ainda com muito tesão pois para chupar pau sujo que nao tenha saido do banho a pouco ela tem que estar com muita vontade senão ela nem chega perto, eu aproveitei e fiquei a provocando falando enquanto ela só concordava com a cabeça, eu dizia, VAI PUTA XUPA, JA LEVOU GOSADA NA BUCETA É e ela concordava, JA LEVOU GOSADA NO RABO TAMBEM SUA VADIA, ela fazia UHUMMM, sem tirar meu pau da boca, E AGORA VADIA VAI TOMAR MINHA PORRINHA, TEU AMANTE NÃO TE DEU, TA XUPANDO MEU PAU SUJO SUA VADIA, XUPOU ELE ASSIM TAMBEM, então ela tirou o pau da boca, enquanto punhetava falou, SIM XUPEI, MAS ELE NÃO GOSOU NA MINHA BOKINHA, LOGO QUE CHEGUEI QUERIA GOSAR CHUPEI ELE DPOIS ELE ME COMEU A XOTA E GOSOU, ENTÃO MAMEI NELE ATÉ ENDURECER AQUELE PAUZÃO DENOVO QUERIA LEITE NA BOQUINA, MAS O SAFADO ME VIROU E ME ENRABOU, FUDEU MUITO MEU CUZINHO E GOSOU, ME DXOU SÓ COM VONTADE DE TOMAR LEITE, AGORA DA PRA MIM AMOR, DA TEU LEITINHO PRA TUA PUTA FICAR COM TODOS BURACOS GOSADOS, nem precisou pedir denvo foi ela botar meu pau na boca e gosei como louco, ela engolia todo meu pau e tomou tudo, gemia junto comigo enquanto mamava gostosamente, terminei de gosar nem precisei me limpar pois ela tomou tudo, até a ultima gota, eu tava morto, guardei meu pau e fui ligar o carro, ela então disse,NÃO,VAMOS VOLTAR QUERO DANÇAR MAIS ASSIM, e ja estava saindo do carro, quase sem forças sai tbm, voltamos abraçadinhos para o clube, voltamos ao nosso cantinho onde fikei escorado na mesa e ela dançava deliciosamente por vezes me beijava com aquele gosto de porra na boca, e eu enfiava os dedos nos buracos dela, mais na xota alagada a fazendo delirar, a porra das coxas ja seca mas a buceta muito molhada ainda, ela chegou a me dizer que estava quase gosando só de dançar assim sem calcinha e ensopada, ficamos mais de uma hora na festa ainda, chegamos em casa as 6h da manha eu ja de pau duro denovo a comi deliciosamente, ela gosou como louca me cavalgando, enquanto eu tbm gosava na xotinha dela, tomamos banho e dormimos o dia todo, transamos no outro dia ainda com ela me contando mais detalhes da foda deles, depois cobrei dela o descuido de deixar-se agarrar dentro do clube, ela pediu desculpas disse que nao iria mais acontecer, mas.... isto fica para outro conto rss. Todas as fotos são nossas mas não deste encontro claro rss.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oi deixe seu comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...